ETANOL

Chuva atrapalha colheita e pressiona preço do etanol em SP

Entre 11 e 15 de janeiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado em São Paulo foi de R$ 1,8607/litro, aumento de 4,1%

Foto: EFE/ Marcelo Sayão

As chuvas ocorridas nas principais áreas produtoras de cana-de-açúcar na semana passada limitaram a colheita e reduziram a oferta do caule para produção de etanol, forçando uma segunda semana de alta de preços segundo alerta de mercado divulgado nesta terça-feira pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP (Cepea).

Entre 11 e 15 de janeiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do hidratado (estado de São Paulo) foi de R$ 1,8607/litro (sem impostos), aumento de 4,1% em relação ao da semana anterior. Para o anidro, a alta foi de 3,2% em igual comparativo, com o Indicador da última semana a R$ 2,0789/litro (sem impostos).

“A valorização da última semana também esteve relacionada à demanda que, até terça-feira, 12, vinha se mantendo aquecida. Além da reposição dos estoques comercializados no fim de 2015, distribuidoras optaram por adiantar algumas aquisições, temendo novos aumentos nas cotações”, destacou o Cepea em nota.

Marcados com: , ,
Publicado em Agricultura

Twitter: efeagrobrasil