DESIGUALDADE AGRICULTURA

Cientistas vinculam origem da desigualdade à sociedade agrícola

Os autores do estudo constataram que as sociedades que viviam a base da caça e da coleta tinham menos desigualdade.

EFE/Elisa Laderas

Um grupo de cientistas dos Estados Unidos vinculou a origem da desigualdade econômica e social à evolução da sociedade no período neolítico, que passou das atividades de caça e coleta para a agricultura, informou a revista “Nature”.
A equipe, liderada pelo pesquisador Tim Kohler, da Universidade de Washington, descobriu além disso que as sociedades pré-neolíticas do chamado Velho Mundo (Eurasia) tiveram mais desigualdade do que as do Novo Mundo (América do Norte).
O estudo, que teve a colaboração de 13 instituições, analisou 63 sociedades arqueológicas da América do Norte, da Europa e da Ásia, além de outras duas na África, utilizando como referência de riqueza a área ocupada pelo imóvel.
Essas sociedades cobrem um período de 11 mil anos e incluem diferentes sistemas econômicos, alguns baseados em caça-coleta e outros de cidades antigas, com outro tipo de organização.
Os autores constataram que as sociedades que viviam a base da caça e da coleta tinham menos desigualdade porque a “mobilidade” dificultava o acúmulo de riqueza. Também era difícil passar esses recursos reunidos ao longo das gerações.
“Como era de se esperar, a desigualdade da riqueza aumenta com o tempo”, disseram os pesquisadores, que, no entanto, ficaram impressionados com os resultados diferentes encontrados na comparação entre a Eurasia e a América do Norte.
Segundo o estudo, mesmo nos assentamentos altamente urbanizados no Novo Mundo, as casas tinham um “tamanho similar”.
Os pesquisadores atribuem essa disparidade à presença de mais animais domésticos grandes na Eurasia, como cavalos, porcos e gado.
Esses animais podiam ser usados para arar a terra, transportar bens e como suporte na guerra, o que levou ao desenvolvimento de uma elite de guerreiros que utilizavam cavalos, explica o estudo.
“Esses guerreiros permitiram, por sua vez, que as sociedades da Eurasia estendessem seus territórios e adquirissem mais riquezas”, concluíram os pesquisadores, ampliando assim a desigualdade.

Marcados com: , ,
Publicado em Agricultura

Twitter: efeagrobrasil