CANA-DE-AÇÚCAR

Conab prevê crescimento de 3,2% na safra de cana-de-açúcar para o próximo ano

Segundo a Conab, maior parte da colheita será destinada à produção de etanol

Foto: EFE/Mario López

Maior produtor e exportador mundial de açúcar, o Brasil colherá 655,2 milhões de toneladas de cana-de-açúcar nesta temporada, com um crescimento de 3,2% em relação à última safra, de acordo com uma projeção divulgada nesta quinta-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A projeção para a safra que começou a ser colhida em julho, trabalho que se estende até julho de 2016, permitirá que o país volte a aumentar a produção de cana-de-açúcar após a queda registrada no período 2014-2015 devido à escassez de chuvas.

A maior parte da colheita, em torno de 66%, será destinada à produção de 28,5 bilhões de litros de etanol, o que representa uma ligeira queda (0,5%) em relação à última temporada, quando foram produzidos 28,6 bilhões de litros.

A Conab também prevê um aumento de 4,8% na produção de açúcar refinado, de 35,6 bilhões de toneladas na safra anterior para 37,2 bilhões na atual colheita.

Da produção de etanol, cerca de 16,5 bilhões de litros serão de álcool hidratado, utilizado nos veículos flex. O restante, cerca de 12 bilhões de litros, será destinado à produção de álcool anidro, usado na mistura com gasolina.

O Brasil produz etanol a partir da cana-de-açúcar há três décadas, mas nos últimos anos o setor perdeu competitividade pela seca que afetou à produção e pela decisão do governo de congelar os preços da gasolina durante 2014, como medida para conter a inflação.

Marcados com: , , ,
Publicado em Agricultura

Twitter: efeagrobrasil