GRIPE SUÍNA

Surto de gripe suína já afeta mais de 178.000 pessoas na Coreia do Norte

“Números iniciais do governo apontam para um surto que avança rapidamente”, afirmaram autoridades sul-coreanas.

EFE/ STR.

O surto na Coreia do Norte da gripe A (H1N1), mais conhecida como gripe suína, já afeta mais de 178.000 pessoas e causou quatro mortes entre 1º de dezembro do ano passado e o último dia 23 de janeiro, informou nesta segunda-feira a Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV).

Por essa razão, a organização liberou quase 250 mil euros do seu fundo para respostas de emergência a desastres, indicou a FICV em comunicado.

“Números iniciais do governo apontam para um surto que avança rapidamente”, afirmou a responsável interina pelo escritório da FICV na Coreia do Norte, Gwendolyn Pang.

Os fundos libertados permitirão à Cruz Vermelha proteger a saúde de 373.000 pessoas vulneráveis, como crianças, idosos, doentes e trabalhadores sanitários.

O vírus da gripe suína causa uma doença respiratória altamente contagiosa entre os porcos. O vírus habitualmente não afeta humanos, mas existem casos esporádicos de contágio, especialmente entre pessoas que trabalham com aves e suínos.

Marcados com: , ,
Publicado em Pecuária

Twitter: efeagrobrasil