CARNE

UE amplia área de Mato Grosso do Sul apta a exportar carne bovina in natura

O estado do Mato Grosso do Sul tem o quinto maior rebanho bovino do país, com 20 milhões de cabeças de gado aproximadamente

A União Europeia (UE) ampliou a área de Mato Grosso do Sul autorizada a exportar carne bovina in natura para os países do bloco econômico. “A partir do dia 1º de julho deste ano, todo o estado estará apto a vender o produto para a UE. A decisão atende ao pedido ao Ministério da Agricultura”, informa o secretário de Defesa Agropecuária, Luis Rangel.

A área agora autorizada pela UE compreende os municípios de Corumbá e Ladário, bem como a região localizada a 15 quilômetros das fronteiras externas nos municípios de Porto Murtinho, Caracol, Bela Vista, Antônio João, Ponta Porã, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas, Japorã e Mundo Novo. O restante do território de Mato Grosso do Sul, assim Mato Grosso, Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo já tinham permissão para exportação aos países da União Europeia desde 2008.

Naquela época, a área agora autorizada foi definida como alta vigilância pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Segundo o Departamento de Saúde Animal, ela tem o reconhecimento da organização como livre de febre aftosa com vacinação desde 2011.

“A medida reflete a evolução do Brasil no campo da saúde animal e o reconhecimento dos mercados importadores”, comemora o secretário substituto de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa, Odilson Silva.

Mato Grosso do Sul tem o quinto maior rebanho bovino do país, com 20 milhões de cabeças aproximadamente.

Marcados com: , ,
Publicado em Pecuária

Twitter: efeagrobrasil