CARNE

Uruguai venderá carne premium à Rússia com desconto tarifário de 35%

Foram três anos de negociação para derrubar as tarifas sobre a carne uruguaia

Foto: EFE/Juan Ignacio Mazzoni

As exportações uruguaias de carne premium (alta qualidade) à Rússia não terão mais limites de volume para ingressar e gozarão de uma tarifa 35 % mais barata que a vigente até ontem, informou a presidência do uruguai.

Por meio de um comunicado, o site governamental indicou que até agora este tipo de exportação estava limitada a uma quota máxima de 3.000 toneladas com tarifa de 50 %.

“Hoje o Uruguai dispõe de uma cota de 3.000 toneladas, dentro das quais há o pagamento de uma tarifa de 15 % e, acima dessa quantidade, pagamento de 50%. Agora, quando forem realizados negócios envolvendo carne de alta qualidade, não temos mais limites para vender com 15 % de tributo”, explicou o ministro de Pecuária, Agricultura e Pesca, Tabaré Aguerre, segundo declarações contidas no comunicado.

O acordo sobre carne bovina teve origem em agosto de 2012, quando o Uruguai deu seu voto para a entrada da Rússia na Organização Mundial do Comércio (OMC).

Em troca desse apoio, a Rússia prometeu outorgar a cota de carne que aprovou agora.

“Fizemos um esforço após três anos de negociação para que Rússia reconhecesse que a carne de alta qualidade tivesse menos tarifas”, manifestou o ministro, que entre 7 e 13 de fevereiro participará da feira agroalimentar ProdExpo em Moscou.

“A Rússia, há quatro anos, foi o segundo mercado para as carnes do Uruguai, mas depois da desvalorização do rublo (a moeda russa) frente ao dólar não foram realizados muitos negócios, por isso este acordo é um muito importante para a reinserção do produto [no mercado russo]”, destacou Aguerre.

Marcados com: , ,
Publicado em Economia

Twitter: efeagrobrasil