Volume de café brasileiro vendido ao exterior aumenta 13% em setembro

O volume de café brasileiro vendido ao exterior chegou em setembro as 2,5 milhões de sacas (de 60 kg), praticamente o mesmo volume de agosto, mas 13% maior que no mesmo mês de 2012, segundo o Conselho de Exportadores de Café (CeCafé).

O Brasil exportou 2,5 milhões de sacas de café no mês de setembro. EFE/Arquivo

O faturamento do setor exportador da cafeicultura foi de US$ 381,5 milhões, um pouco menor que o de agosto, mas 18% inferior em comparação com setembro do ano passado, mostrou o balanço.

Entre janeiro e setembro, o Brasil totalizou 22,3 milhões de sacas exportadas, volume 14% superior aos três primeiros trimestres do ano passado, enquanto o faturamento chegou aos US$ 3,868 bilhões, redução de 15% no mesmo comparativo.

Para o diretor-geral do CeCafé, Guilherme Braga, “o comportamento das exportações de café se mantiveram dentro do esperado, confirmando as expectativas que deve alcançar em 2013 entre 30 e 31 milhões de sacas”, volume 9,5% superior ao de 2012.

Braga indicou que a expectativa é que se alcance de US$ 5,2 bilhões em 2013 e “com isso será possível recuperar parte das perdas de mercado de 2012“, quando houve uma diminuição de 5,2 milhões de sacas, “resultado de uma política de contração da oferta brasileira”.

Até o momento, 84,4% do café brasileiros vendido a outros mercados foram da variedade arábica, considerada a de maior qualidade; 10,9% de grão solúvel; 4,6% do robusto e somente 0,1% do tipo tostado e moído.

Os Estados Unidos lideraram o grupo de compradores do café exportado pelo Brasil com 4,5 milhões de sacas, seguido pela Alemanha, com 3,8 milhões, e Itália, com 1,9 milhão.

Marcados com: , ,
Publicado em Economia

Twitter: efeagrobrasil