CAFÉ

Agência dos EUA se recusa a etiquetar café com advertência sobre câncer

A FDA considerou que a advertência pode “induzir os consumidores a crer que tomar café poderia ser perigoso para a saúde, quando na realidade poderia proporcionar benefícios”

EFE/ Arquivo

A Administração de Alimentos e Remédios (FDA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos rejeitou a ideia de etiquetar o café com uma advertência sobre o câncer, como determinou um juizado da Califórnia em março, informaram ontem meios de comunicação locais.

Em carta, a FDA pediu às autoridades da Califórnia que “priorizem a ciência” diante de uma sentença judicial que decidiu a favor de utilizar este tipo de rótulo nos cafés.

Um processo apresentado em 2010 por uma organização chamada Conselho para Educação e Pesquisa sobre Substâncias Tóxicas argumentou que os pacotes de café deveriam levar um aviso por conter acrilamida, uma substância química que pode causar câncer.

As companhias cafeteiras não negaram diante do tribunal a presença de acrilamida, mas alegaram que está presente em níveis baixos que não representam um “risco significativo” para a saúde.

O argumento não foi convincente para o juiz da Corte Superior de Los Angeles, Elihu Berle, que determinou que o café deveria incluir um rótulo avisando sobre o risco cancerígeno do produto, cumprindo com uma lei da Califórnia.

O comissário da FDA, Scott Gottlieb, disse em comunicado que “se uma lei estadual pretende exigir que o etiquetamento dos alimentos inclua uma declaração falsa ou enganosa, a FDA pode decidir intervir”.

“Embora a acrilamida em doses altas tenha sido relacionada com o câncer em animais, e o café contenha acrilamida, a ciência atual indica que consumir café não representa um risco significativo de câncer“, declarou Gottlieb.

Neste sentido, explicou que a evidência “sólida e consistente” mostra que em adultos saudáveis o consumo moderado de café não está associado com um maior risco de câncer, e alguns testes sugerem, inclusive, que pode diminuir o risco de certos tumores.

Além disso, considerou que a advertência de etiquetamento sobre o câncer pode “induzir os consumidores a crer que tomar café poderia ser perigoso para sua saúde, quando na realidade poderia proporcionar benefícios para a saúde”.

Marcados com: , , ,
Publicado em Alimentação e bebidas

Twitter: efeagrobrasil