Bayer fecha compra e anuncia fim da marca Monsanto

A Bayer é a única proprietária da Monsanto, cujos acionistas vão a receber US$ 128 por cada um de seus títulos.

O grupo químico e farmacêutico alemão Bayer informou que fechou nesta quinta-feira, com sucesso, a compra da produtora americana de transgênicos Monsanto, cujas ações deixarão de ser cotadas na Bolsa de Nova York e que deixará de ter esse nome.

A Bayer é a única proprietária da Monsanto, cujos acionistas vão a receber US$ 128 por cada um de seus títulos.

O banco J.P. Morgan assessorou a Bayer na maior aquisição na história da companhia, avaliada em US$ 63 bilhões.

A integração da Monsanto, cujos produtos conservarão seu nome, ocorrerá uma vez que a também alemã BASF tenha fechado a aquisição de alguns negócios da Bayer, condição imposta pelo Departamento de Justiça americana.

“Hoje é um bom dia para nossos clientes e para a agricultura, aos quais podemos ajudar a assegurar suas colheitas e a aumentar a renda” dos mesmos, disse o presidente da Bayer, Werner Baumann.

Esta operação é “um marco importante na concretização da visão de ser uma empresa agrícola líder, apoiar os agricultores a administrar de forma mais produtiva e sustentada para o bem do mundo e dos consumidores”, indicou o executivo-chefe saliente da Monsanto, Hugh Grant.

Twitter: efeagrobrasil