FEMINISMO

FAO e El Salvador buscam empoderar mulheres e fortalecer a segurança alimentar

O projeto surge de acordo com o Quinto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU: alcançar a igualdade de gênero para mulheres e meninas

O governo de El Salvador assinou, na última quinta-feira (21), uma Carta de Intenção com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), com o objetivo de fomentar o empoderamento das mulheres e fortalecer a Segurança Nutricional e Alimentaria, explicou a Chancelaria.

O grupo encarregado da gestão do acordo trabalhará para promover o Plano de Segurança Alimentar, Nutrição e Erradicação da Fome 2025, aprovado na III Cúpula de Chefes de Estado e do governo da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) em janeiro de 2015, realizada na Costa Rica.

A esta iniciativa será incorporado o enfoque de gênero com o apoio de FAO, até agora excluído do projeto.

O chanceler salvadorenho, Hugo Martínez, explicou que “com este acordo se contribuirá para dar seguimento a compromissos que já se assinaram neste marco e será um espaço de troca de experiências bem-sucedidas na implementação do enfoque de gênero, neste caso, ao tema da Segurança Alimentar e Nutricional”.

Acrescentou que “desta maneira se reafirma o compromisso de seguir acompanhando e impulsionando este tema também em nível regional para, do mesmo modo, facilitar e promover o cumprimento do quinto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU”, orientado a alcançar a igualdade e empoderamento das mulheres e meninas.

Martínez expressou seu agradecimento à FAO pelo trabalho realizado “para contribuir neste esforço” e ressaltou “os benefícios que estas ações representarão a favor da comunidade latino-americana e caribenha, especialmente para as mulheres rurauis”.

Por sua parte, o representante da FAO em El Salvador, Alan González, expressou que com esta carta se formalizam vínculos de cooperação que já se avançaram em um programa de trabalho para formulação da Estratégia de Gênero para implementar o Plano de Segurança Alimentar e Nutrição da Celac.

Marcados com: , ,
Publicado em Economia

Twitter: efeagrobrasil