IRRIGAÇÃO

Irrigação digital: Novo software promete monitorar lavoura em tempo real

A tecnologia é uma ferramenta de alta precisão, unificação de todas as funções necessárias para a automação e otimização da lavoura em um único dispositivo.

A ferramenta pode ser controlada a partir co celular. Foto: Reprodução/Netafim

A Netafim/Amanco, líder mundial em soluções de irrigação por gotejamento, participa da Feira Internacional da Irrigação Brasil 2018 (FiiB 2018), nos dias 19 a 21 de setembro, em Campinas (SP) para lançar o primeiro sistema de irrigação com cérebro, que segundo o Diretor Mercosul da Netafim/Amanco, Carlos Sanches vai revolucionar a agricultura e o monitoramento em tempo real dos cultivos.

É a primeira vez que apresentamos para essa feira esse sistema que vai revolucionar a agricultura, já que a ferramenta coleta e interpreta os dados, oferece recomendações que contribuirão na tomada de decisão dos produtores e, consequentemente, em safras mais produtivas. As recomendações de irrigação são atualizadas diariamente e para os próximos cinco dias, garantindo um planejamento eficiente”, explicou Sanches.

Ele comenta que os cultivos recebem a quantidade ideal de água e nutrientes, o que garante seu melhor desenvolvimento, além de trazer economia nos recursos hídricos, mão de obra, insumos e energia elétrica.

“A falta ou o excesso de água podem prejudicam o crescimento e a qualidade dos frutos, por isso, é extremamente importante oferecer de acordo com as necessidades de cada planta.”, destacou o diretor.

O objetivo da empresa é potencializar as soluções e desenvolver tecnologias que sejam acessíveis a todos os agricultores, trazendo para essas culturas o conceito de sustentabilidade com a economia de água (de 30 a 60%).

A tecnologia é uma ferramenta de alta precisão, unificação de todas as funções necessárias para a automação e otimização da lavoura em um único dispositivo. “Com apenas um clique é possível acompanhar desde o planejamento de irrigação e nutrirrigação, até o rastreamento do crescimento das plantas e condições de solo”, destaca o gerente de Digital Farming da Netafim/Amanco, Bruno Toniello.